domingo, 1 de abril de 2018

PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: O POBRE SE FODENDO MAIS UMA VEZ


Minha cara ao ler a notícia

Fala pessoal, como vocês devem ter acompanhado, o governo liberou uma nova "pasta" de políticas públicas voltadas a Atenção Primária (famoso posto de saúde): práticas integrativas e complementares. Segue a lista de mais uma bosta que eles querem empurrar aos pobres. 


     Apiterapia – método que utiliza produtos produzidos pelas abelhas nas colmeias como a apitoxina, geléia real, pólen, própolis, mel e outros.
·    Aromaterapia – uso de concentrados voláteis extraídos de vegetais, os óleos essenciais promovem bem estar e saúde.
·      Bioenergética – visão diagnóstica aliada à compreensão do sofrimento/adoecimento, adota a psicoterapia corporal e exercícios terapêuticos. Ajuda a liberar as tensões do corpo e facilita a expressão de sentimentos.
·   Constelação familiar – técnica de representação espacial das relações familiares que permite identificar bloqueios emocionais de gerações ou membros da família.
·    Cromoterapia – utiliza as cores nos tratamentos das doenças com o objetivo de harmonizar o corpo.
·    Geoterapia – uso da argila com água que pode ser aplicada no corpo. Usado em ferimentos, cicatrização, lesões, doenças osteomusuculares.
·         Hipnoterapia – conjunto de técnicas que pelo relaxamento, concentração induz a pessoa a alcançar um estado de consciência aumentado que permite alterar comportamentos indesejados.
·      Imposição de mãos – cura pela imposição das mãos próximo ao corpo da pessoa para transferência de energia para o paciente. Promove bem estar, diminui estresse e ansiedade.
·        Ozonioterapia – mistura dos gases oxigênio e ozônio por diversas vias de administração com finalidade terapêutica e promove melhoria de diversas doenças. Usado na odontologia, neurologia e oncologia.
·    Terapia de Florais – uso de essências florais que modifica certos estados vibratórios. Auxilia no equilíbrio e harmonização do indivíduo.

Imagem que o governo vende do SUS
Realidade do SUS no Brasil

Pensem no seguinte, o país está quebrado - acredito que ninguém discorda disso - e os FILHAS DA PUTA querem gastar dinheiro e tempo com MERDAS SEM NENHUMA COMPROVAÇÃO CIENTÍFICA. 
Para quem não é da área (saúde) isso pode parecer que não é um grande problema. Mas para as pessoas que tem um mínimo de acesso a rede pública tem ideia de como qualquer centavo faz a diferença. Aqui - no Sul maravilha - não tem leitos para os pacientes, ou seja ficam no corredor ou no chão; não tem medicação para doenças cronicas, por exemplo, não tem medicação para dislipidemia (colesterol alto) no meu município; Não tem nutricionista nem fisioterapeuta no posto - NÃO É EVIDENTE A IMPORTÂNCIA DESSES PROFISSIONAIS? 
Governo gerindo o SUS

O governo ao invés de tomar medidas que de fato podem trazer alguma mudança real para saúde publica, ficam fazendo politicagem de merda para agradar pseudo-profissionais. Enquanto isso O POBRE QUE MAIS PRECISA DO SUS SE FODE! 

Desculpem o desabafo. Deixo a entrevista do Conselho federal de medicina no programa Entre Aspas da globo news, caso alguém tenha  interesse no tema.